Header Ads

Programador brasileiro lança browser que promete ser mais rápido





Aurora é um novo navegador para Windows. Criado por um chinês e um brasileiro, o browser promete ser mais rápido e mais leve que os rivais FirefoxChrome e Microsoft Edge. O software oferece ferramentas nativas para facilitar a vida do usuário como comparador de preços e outras mágicas. O objetivo é chegar ao mesmo nível da navegação no Windows 10 após updates nos próximos meses.

Lançado em abril, o Aurora Browser foi desenvolvido pelos amigos Rafael Costa e Zhen Zhang. Após estudarem juntos na FGV-SP, os programadores identificaram um mercado favorável no Brasil e decidiram reunir funções que tornassem a vida na Internet um pouco mais prática. A inspiração para o nome, segundo os desenvolvedores, partiu não só da beleza da Aurora Boreal, mas também do desejo de batizar a plataforma começando pela letra A, para indicar que é um produto de primeira linha. 

Funções nativas super úteis

Para os fundadores, as ferramentas nativas no software são um diferencial. O browser oferece uma lupa para ampliar miniaturas sem precisar mudar de página, um pop-up para destacar vídeos e fixá-los onde quiser e um recurso para tirar screenshots de partes da tela sem ajuda de outro programa. Além disso, o navegador tem um adblocker nativo e um comparador de preços nas principais lojas virtuais

O objetivo não é apenas ter um produto leve e rápido. Segundo Zhang, após resolver todos os bugs e fazer as atualizações necessárias, o Aurora pode entrar no páreo com grande concorrentes na Internet. 

"Temos uma boa equipe e acredito que em três meses o browser pode estar acima do Microsoft Edge", disse Zhang.

Durante a criação do navegador os programadores utilizaram a engine do Internet Explorer para usar o conteúdo na linguagem nativa (HTML) e interpretar as informações de formatação. 

Para o brasileiro Costa, outro diferencial do Aurora Browser é a segurança na navegação. O desenvolvedor afirma que os usuários podem ficar despreocupados ao usar o software com toque nacional.

"Nós valorizamos a criação de um produto bom, livre de vírus e malwares. O usuário tem que ter sempre alguns cuidados na Internet, mas o Aurora segue todos os padrões de segurança", afirma Costa. 

Com o objetivo de concorrer com grandes e tradicionais navegadores, o Aurora ainda não tem data de lançamento para Mac, Linux, Android e iOS, mas os criadores afirmam que até o final de 2015 o browser estará disponível em mais plataformas, alcançando mais usuários.

"Vamos dar prioridade para a correção de todos os bugs no Windows e deixar o software o mais adequado. Estamos recebendo feedbacks importantes e já temos uma atualização programada", revelam Zhang e Costa.

Via: CBSI
Tecnologia do Blogger.