Header Ads

Você está pronto para a explosão dos aplicativos móveis?

(Foto: Reprodução) 

Os aplicativos de força de trabalho foram desenvolvidos para possibilitar aos funcionários o acesso às informações internas de sua empresa a partir de um dispositivo móvel, com o objetivo de otimizar a operação e a realização dos serviços prestados.
Um recente relatório da Forrester ressalta como os aplicativos móveis são uma necessidade competitiva no mundo corporativo moderno e como se tornou imperativo que os dispositivos mobile sejam tão eficientes na realização das tarefas de trabalho como os computadores fixos. O estudo conclui que a utilização dos apps auxilia de maneira mais inteligente não somente a tomada de decisão como também serve como um conselheiro de confiança para o negócio.

Os apps não estão indo embora, então adote-os

Os aplicativos móveis, tablets e smartphones chegaram para ficar. Existem até mesmo aplicativos específicos para determinados negócios, como os apps para gestão da força de trabalho, e as organizações que souberem tirar proveito desta tecnologia serão bem sucedidas. Nas lojas da Apple, por exemplo, os funcionários utilizam os dispositivos móveis para enviar recibos em PDF por e-mail. A companhia tem oferecido recibos eletrônicos em suas lojas desde 2005, evidenciando como sua cultura de trabalho abraçou tanto os aplicativos e como a tendência de mobilidade.
As empresas de serviços devem atentar-se para a nova maneira como os consumidores estão se comportando, que agora, têm acesso imediato à informação, a compras online e a oportunidades de emprego em tempo real, mesmo a partir de um dispositivo móvel. Há uma crescente lista de aplicativos que podem ajudar as organizações a tornarem-se mais eficientes para garantir a satisfação do cliente.

De acordo com o infográfico abaixo, a rápida evolução dos iPads, iPhones e outros dispositivos móveis tem alimentado a louca corrida por financiamentos de risco para aplicativos móveis. O levantamento aponta que ¾ desses apps serão destinados às empresas de serviço, 80% serão integrados as redes sociais e metade será integrada com plataformas de aplicação na nuvem.

Para as organizações alcançarem o sucesso, seus funcionários precisam ter acesso, no mínimo, aos aplicativos mais básicos, como e-mail, calendário e contatos. Se a empresa puder oferecer mais aplicações, como conexão com a base de dados de clientes, planilhas de horas e chat em grupo, melhor ainda.

Escrito por:  Alexsandro Labbate
Tecnologia do Blogger.