Header Ads

Wolters Kluwer disponibiliza nova versão de seu sistema de auditoria fiscal ao mercado brasileiro

(Foto; Reprodução)

Sempre investindo na evolução de seus sistemas para proporcionar credibilidade e precisão aos negócios de seus clientes, a Wolters Kluwer, por meio de sua marca Prosoft, apresenta ao mercado a nova versão do Prosoft Auditor Fiscal. Baseado em nuvem, o software realiza auditoria dos arquivos do SPED, reportando inconsistências por meio de relatórios analíticos, cruzamentos de informações e análise dos riscos fiscais por tributos, para que as empresas certifiquem-se de que as obrigações auditadas estejam em total conformidade com a legislação brasileira.
Desenvolvido para proporcionar maior produtividade na auditoria eletrônica das empresas obrigadas a entregar os arquivos do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), o Prosoft Auditor procura inconsistências na EFD Fiscal, EFD Contribuições, Sintegra, ECD Contábil, ECF, Livros Eletrônicos de Brasília e Pernambuco, baseado nas regras determinadas pela legislação vigente. O software audita os arquivos, em segundos, efetuando desde verificações estruturais até complexas análises fiscais. O usuário precisa apenas acessar a ferramenta e realizar o upload de seus arquivos.
Com interface renovada, mais simples e intuitiva, o software traz novas funcionalidades que proporcionam maior produtividade na auditoria eletrônica de arquivos. O sistema permite a análise de mais de uma empresa e a utilização por mais de um usuário, resultando em maior agilidade nas auditorias de múltiplos arquivos.
“O Prosoft Auditor Fiscal armazena as informações processadas deixando-as disponíveis por 5 anos. Desta forma, caso o usuário processe novas auditorias, ele não precisa se preocupar em armazenar ou salvar os resultados anteriores. O sistema faz isso por ele”, destaca Heverton Gentilim, Gerente de Produtos da Wolters Kluwer.
Além do armazenamento das informações, a medida que novos arquivos são auditados, o sistema exibe mês a mês comparativos de evolução dos tributos e das divergências de cada empresa. O sistema possui mais de 20 mil auditorias e sua exibição é em formato de gráfico dos riscos fiscais por tributos encontrados nas auditorias realizadas.
De acordo com Gentilim, a ferramenta garante à empresa contribuinte que as obrigações geradas estejam em total conformidade com a legislação vigente eliminando a possibilidade de problemas com a fiscalização. Muitos profissionais acreditam que o fato de gerar um arquivo SPED e validá-lo no programa da Receita Federal (PVA) já garante que o documento esteja correto. Entretanto, a Receita não realiza auditorias e conferência das informações, apenas uma análise para verificação dos dados necessários para o envio dos arquivos. Validar o arquivo no PVA não significa que todo o conteúdo esteja correto”, explica o especialista.
“Com investimento constante em tecnologias avançadas, a Wolters Kluwer prioriza a evolução de seus sistemas para continuar proporcionando credibilidade e precisão aos negócios de seus clientes. Por isso, nossos especialistas continuam aprimorando o Prosoft Auditor Fiscal e implementando novas auditorias ao sistema garantindo que a ferramenta esteja sempre atualizada”, finaliza Roberto Regente, CEO da divisão brasileira da Wolters Kluwer. 

Sobre a Wolters Kluwer
A Wolters Kluwer (www.wolterskluwer.com) é uma empresa global de serviços de informação líder de mercado com conhecimentos específicos locais que auxiliam os profissionais fiscais, contábeis e de auditoria a lidar com os complexos regulamentos, cumprir a legislação, gerenciar seus negócios e aconselhar os clientes com rapidez, precisão e eficiência.
A Wolters Kluwer registrou em 2015 a receita anual de €4.2 bilhões. A empresa está sediada em Alphen aan den Rijn, na Holanda, e atende clientes em mais de 180 países, mantendo operações em mais de 40 países e possui 19.000 colaboradores no mundo.  Suas ações são cotadas na Euronext Amsterdam (WKL) e estão incluídos nas AEX e Euronext 100 índices.
Tecnologia do Blogger.