Header Ads

Aplicativo ajuda a encontrar vagas na área de TI

(Prolancer conhecido como Tinder dos empregos)

Um aplicativo em que é possível criar seu perfil com informações profissionais de qualificação, habilidades, experiências e diferenciais em relação a outros candidatos para encontrar o emprego perfeito: esse é o Prolancer, ferramenta lançada neste mês e que já alcançou mais de 40 mil transferências na Apple Store e no Google Play, plataformas de download de aplicativo da Apple e do Android. 


Entre as áreas disponíveis para conseguir uma oportunidade, estão engenharia de software, desenvolvimento web e mobile, design e criatividade, marketing, vendas, serviços empresariais, entre outros. O sistema do Prolancer é muito semelhante ao do Tinder, em que os usuários criam um perfil para conhecer novas pessoas de acordo com sua localização e interesses pessoais. Caso haja interesse em conhecer alguém, é só deslizar o dedo para o lado direito. Se as mesmas pessoas se corresponderem, acontece um ‘match’ e os dois podem começar a conversar. O mesmo ‘match’ ocorre no Prolancer quando empresa e profissional manifestam vontade mútua de trabalhar juntos.

Todas as oportunidades são mapeadas levando em conta a compatibilidade de perfil do candidato com o empregador para oferecer vagas cadastradas. A partir daí, profissional e empresa podem conversar sobre o trabalho, perspectivas de remuneração e prazos.

De acordo com a Talent Manager da Prolancer Vanessa Fontes, há oportunidades de emprego e freelancer. O diferencial do aplicativo é realizar todo o recrutamento de forma digital. “As pessoas ainda têm muito preconceito com recrutamento digital, mas queremos desmistificar isso, conectando clientes e profissionais de forma segura e eficiente, seja para uma vaga fixa ou freelancer”, revela.

No caso de um trabalho temporário (ou freelancer), a Prolancer procura proteger ambas as partes por meio de intermédio no pagamento. A empresa ofertante da vaga realiza o pagamento ao aplicativo antes mesmo de o projeto estar concluído. Ao fim do trabalho, acontece o repasse do valor.


Na opinião de Vanessa, a crise econômica não atrapalha o andamento do aplicativo nem provoca escassez de vagas. “Querendo ou não, as empresas sempre têm alguma necessidade e demanda específica, principalmente nessas áreas que atendemos, fonte de muitos empregos mais liberais. O próprio contrato com freelancer por parte das empresas pode reduzir custos e ser uma forma de fugir da crise”, opina.

Aplicativo: Prolancer
Tecnologia do Blogger.