Header Ads

Dicas de como trabalhar com Tecnologia da Informação na Austrália

(Trabalhar com Tecnologia na Austrália) 

Quem trabalha em alguma das diferentes áreas da computação e informática sai em vantagem quando o assunto é emprego na Austrália. É que segundo uma lista publicada este ano na rede social profissional Linkedin, das 25 habilidades mais requisitadas em 2015 na Austrália, cerca de 15 giram em torno de conhecimentos em computação.

A lista foi feita a partir de uma compilação do que os recrutadores australianos mais buscaram na hora de contratar em 2015. Entre os skills mais requisitados aparecem: Análise Estatística e de Dados, Software Middleware e de Integração, SEO/ SEM, Segurança de Rede e Informação, Desenvolvimento Mobile, Desenvolvimento de Java, Sistemas SAP e ERP, Data Warehousing, Design de Algoritmo, entre outros.

Segundo MaCson Queiroz JP, Diretor da M.Quality, empresa especializada em Assessoria em Imigração e Negócios para a Austrália, as áreas que envolvem ciência da computação e tecnologia são, geralmente, bem remuneradas e, como são áreas em crescimento, sempre oferecem vagas. “Várias profissões desta área estão contempladas na Skilled Occupations List (SOL), lista de profissões aceitas pelo governo australiano para o programa de imigração. Como exemplo, posso citar programadores, analistas de sistema, engenheiros de software e engenheiros de sistema. Ou seja, profissionais dessa área têm ótimas chances de vir trabalhar no país”, acrescenta.

Como obter o visto?

Ter a profissão citada na SOL já é um ponto positivo. “Isso significa que a Austrália está com uma alta demanda de trabalhadores estrangeiros nessa área”, afirma MaCson.

Para solicitar o visto, é de fundamental importância contar com uma agência imigratória especializada e que seja devidamente registrada junto ao governo australiano para cuidar do processo. “O objetivo da agência é fazer a pessoa ganhar tempo, já que o processo é demorado e requer conhecimento da legislação australiana, listas de profissões e demais regras do país”, explica.

Para descobrir se você tem boas chances de ser aceito no programa de imigração para a Austrália com a nova lista SOL para 2017, a M.Quality disponibiliza no site o “1º. Passo Gratuito”, um serviço que oferece uma orientação básica para avaliar se o candidato é realmente elegível para uma das categorias de vistos australianos. Ao preencher o formulário no site, e sendo elegível a uma das categorias, ele recebe um convite para assistir gratuitamente ao vídeo “Elegibilidade e Agora?”, no qual será explicado o escopo do trabalho da M.Quality e demais orientações e esclarecimentos imigratórios.
Tecnologia do Blogger.