Campus Party Bahia

Ads Top

Governador investirá mais de 100 milhões em Tecnologia

(Foto: Divulgação)
O total de R$ 101,5 milhões será investido no Estado de Goiás na área de Ciência e Tecnologia durante os próximos dois anos. A boa notícia foi confirmada pelo governador Marconi Perillo nesta semana, após a concretização do repasse da parcela oriunda do Governo Federal, no valor de R$ 21,5 milhões. Os outros R$ 80 milhões também já estão garantidos pelo Tesouro Estadual, sendo provenientes de vinculações orçamentárias.

Por meio da Secretaria de Desenvolvimento (SED), a meta do Governo de Goiás é dividir a priorização dos investimentos em duas frentes: parte dos recursos será destinada à consolidação dos Polos de Inovação e Centros de Excelência e outra parcela caberá à subvenção para Ambientes de Inovação e Empresas Inovadoras. Todo o montante será centralizado no programa Inova Goiás, lançado em 2015.

A divisão dos recursos se dá da seguinte forma: R$ 75 milhões são provenientes do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia (FUNDETEC); R$ 5 milhões da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG); R$ 20 milhões do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE); e R$ 1,5 milhão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

“Os investimentos de R$ 101,5 milhões em inovação tecnológica garantem crescimento de longo prazo à economia goiana, além do aumento da produtividade do trabalhador”, pontua o superintendente Executivo da SED, Mauro Faiad.

Áreas de Investimentos

Desde que foi criado, o governador Marconi diz que o “Inova Goiás tem como objetivo investir em novas e modernas estratégias, sempre dando um passo à frente para inserir o Estado em um novo patamar de competitividade e desenvolvimento”. Por meio da Inovação, o Governo Estadual busca tornar organizações mais competitivas, manter negócios vivos e garantir a sustentabilidade nos negócios que desenvolve e apoia.

“Com o Inova Goiás, vamos gerar um novo ciclo virtuoso. O programa já se transformou em tema obrigatório do setor produtivo e foi plenamente incorporado pela administração estadual. O Inova Goiás é a demonstração de que é possível encontrar saídas viáveis e criativas para as crises. É a prova de que podemos continuar avançando sempre”, observa o governador.

Com base nessas diretrizes, o Inova Goiás vem se projetando para ser a maior plataforma de fomento à inovação em curso no Brasil. Por meio dela, o Governo de Goiás visa colocar o Estado entre os que mais inovam no País, trabalhando para impulsionar ainda mais a economia goiana.

Para 2017 e 2018, o Marconi tem como meta consolidar os Polos de Inovação e Centros de Excelência, investindo na implantação de laboratórios nos ITEGOs e na construção de algumas unidades para consolidação dos mesmos como Centros de Excelência nas seguintes áreas: Alimentos e Bebidas; Metalomecânico; Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC), Fármacos, Medicamentos e Biotecnologia; Etanol e Agricultura de Precisão; Energias Alternativas e Eficiência Energética; Tecnologia da Informação e Comunicação; Confecções; Tecnologias Sociais; Tecnologia da Construção; e Lácteos.

Por meio da Subvenção para Ambientes de Inovação e Empresas Inovadoras, serão abertos, a partir de fevereiro deste ano, quatro editais, sendo eles: Edital para Consolidação de Incubadoras de Empresas; Edital para Consolidação de Núcleos de Inovação Tecnológica; Edital para Implantação de Parques Tecnológicos; e Edital de Subvenção Econômica para Empresas Inovadoras.

Fonte: CBSI
Tecnologia do Blogger.