quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Campanha salarial do setor de TI de SP tem nova rodada de negociações



(Foto: Reprodução SINDPD) 
A diretoria do Sindpd (Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo) e os integrantes da comissão patronal liderada pelo Seprosp voltam a se reunir na próxima quarta-feira, 15, para mais uma rodada de discussões da Campanha Salarial 2017. O encontro será o sexto na série de negociações deste ano e ocorrerá na sede do Seprosp, às 14h30.

Esta nova rodada será um desdobramento dos debates ocorridos na última quarta-feira (8), quando o Sindpd rejeitou a proposta de fatiamento do reajuste salarial apresentada pela comissão patronal. A oferta previa um reajuste de 6,29% dividido em duas vezes, sendo 4% imediatamente e os 2,29% restantes pagos apenas em novembro.

Com a rejeição da proposta, a comissão do Seprosp informou que voltaria a reunir as empresas do setor em assembleia para, só então, apresentar uma nova oferta. Na ocasião, o Sindpd manteve na mesa a sua reivindicação de correção integral da inflação acrescida de 2% de aumento real.

“Para que vocês entendam e que fique bem claro: nós queremos reajuste em parcela única, inflação mais aumento real ou inflação mais abono. Queremos pisos melhores, incluindo pisos para programador e analista”, ressaltou o presidente do Sindpd, Antonio Neto, durante a rodada passada.

“Ou a gente joga o jogo corretamente ou vamos ter que buscar outro caminho. Estamos consultando a categoria diariamente, falando com os trabalhadores, e não temos condição mínima de aceitar essa proposta”, disse o dirigente.


Compartilhe