quarta-feira, 17 de maio de 2017

Como a TI pode reduzir seus custos operacionais



Como a TI pode reduzir seus custos operacionais
(Como a TI pode reduzir seus custos operacionais)

Nos últimos anos, vimos a TI passar de uma área de suporte para uma área estratégica nas organizações, pois a tecnologia da informação já se transformou na estrutura subjacente a qualquer tipo de empreendimento. Dos mais simples aos mais complexos, todos dependem de tecnologia para progredir e sobreviver no mercado.

Com a infraestrutura adequada de TI, somos capazes de reduzir custos operacionais e ganhar maior produtividade e eficiência, características essenciais para melhorar a competitividade da empresa e alcançar novos patamares mercadológicos. Mas afinal, como a TI pode reduzir custos na sua empresa?

Automatização de Processos

Ao transferir parte ou a quase totalidade dos seus processos para fluxos automatizados , o trânsito de informações na empresa se torna mais ágil, as pessoas poupam tempo com a produção de documentos, cálculos, planilhas e gráficos manuais, pois tudo pode ser feito em questão de segundos pelo sistema ou software certo.
O custo de homem/hora se torna menor, há redução de horas extras e a produtividade aumenta, melhorando os resultados em todos os setores.

Integração de Sistemas

Digitalizar a informação e os processos permite que você monte sua própria central de inteligência, integrando sistemas que antes operavam sozinhos. A integração facilita a troca de dados entre um sistema e outro, dispensando a intervenção humana e agilizando qualquer processo que dependa de duas ou mais plataformas.
Sistemas integrados também ampliam sua capacidade de análise sobre o negócio, diversificando as possibilidades de aplicação do conhecimento armazenado para potencializar sua performance . Ou seja, o ganho é em dobro: redução de custos e maximização de resultados.

Aplicações na Nuvem 

A internet é o principal agente motor das inovações tecnológicas nas empresas. Atualmente, você encontra soluções hospedadas na nuvem, que não requerem infraestrutura de TI in house para que sua empresa possa operar.

O uso de softwares na nuvem facilita o acesso a novas tecnologias , amplia o alcance das atividades da sua empresa e confere agilidade à sua equipe, já que é possível acessá-las onde quer que seu time esteja.
Deslocamentos deixam de ser necessários e você paga somente o que usa do software, podendo escalar as soluções sempre que sua empresa tiver uma nova necessidade.

Virtualização de Servidores

Empresas que possuem mais de 5 servidores físicos são ótimas candidatas para aderir aos servidores virtuais, pois estes substituem a infraestrutura de TI física por uma infraestrutura na nuvem, expansível e capaz de armazenar uma quantidade bem maior de informações sem exigir demais do hardware.

O custo de implementação de um servidor virtual é consideravelmente menor do que o de um servidor físico e o potencial da solução ultrapassa, com benefícios, o uso das tradicionais salas de servidores.

BYOD - Bring Your Own Device

Se você ainda não ouviu falar deste termo, certamente ouvirá logo. A tradução de BYOD para o português seria "Traga seu próprio dispositivo". Como as pessoas estão cada dia mais conectadas, seja por smartphones ou tablets, a ideia é que cada funcionário possa acessar as soluções da empresa a partir de seus dispositivos pessoais, evitando que a organização invista grandes quantidades de dinheiro em gadgets mobile.

Para que você implemente a cultura BYOD na empresa, precisa antes aderir a soluções na nuvem, que facilitem o acesso através dos dispositivos mobile. O segundo passo é garantir que todos os usuários aprendam a usar as ferramentas de trabalho em seus próprios dispositivos e de fato o façam.

Esse tipo de solução é essencial para empresas que possuem equipes externas ou funcionários que viajam muito. Como não há necessidade de as pessoas voltarem todos os dias para a empresa para lançarem dados nos sistemas, a empresa fica informada em tempo real e os custos de deslocamento praticamente somem do seu fluxo de caixa.

Guilherme Barbassa, da Stratec , empresa especializada em softwares de gestão, acredita que a tecnologia é a essência de qualquer empresa do século 21. "Se você ainda não aderiu às novas tecnologias da informação e da comunicação, essa é uma meta que precisa estar no seu planejamento 2017!", afirma.

Via: Dino 

Compartilhe