quinta-feira, 6 de julho de 2017

8 qualidades que todo bom programador deve ter

8 qualidades que todo o bom programador deve ter
(8 qualidades que todo o bom programador deve ter)
Programador é uma profissão cada vez mais comum visto que o mundo caminha cada vez mais para a tecnologia em todos os diferentes temas, desde o entretenimento até à indústria. E apesar de existirem muitas linguagens de programação diferentes com diversas finalidades e cada pessoa tenha a sua metodologia de trabalho, também é verdade que programadores são muito parecidos uns com os outros, pelo menos os melhores. Esses partilham diversos aspetos que se tornam uma qualidade para conseguir enfrentar esta profissão e ter bom desempenho na mesma. Está pronto para saber então quais são? Vamos lá a isso…


Boas capacidades técnicas
Isto é algo bem óbvio… Você tem que ter boas capacidades para ser um bom programador e isso é inegável.
No entanto o que muitas empresas pensam é que os profissionais precisam de saber todas as linguagens de programação que existem e isso sim já é uma mentira.
É preferível você escolher como seu empregado alguém que domine uma das linguagens mais gerais e bases de forma absoluta e que tenha bastante experiência porque esse sim irá ter muito mais facilidade a adaptar-se e a aprender qualquer linguagem se necessário.

Vontade de aprender
Este ponto vai a encontro do anterior o um pouco.
Você não tem que saber tudo mas sendo um profissional na área de Informática já sabe que todos os anos as coisas mudam e que no espaço de alguns anos o que era novidade passou a ser antigo.
Tenha sempre o pensamento de ir aprendendo cada vez mais e se ir atualizando no que está a ser utilizado no mercado.

Boa capacidade de resolver problemas
Aqui conta inteligência mas não só… A experiência junto com facilidade para resolver enigmas faz com que você seja cada vez melhor a resolver problemas (especialmente a nível de código).
Ao achar uma solução mais rapidamente vai fazer que não se perca tempo e se mantenha a eficiência que qualquer empregador gosta de ver no seu staff.

Possuir dinâmica de equipe
Um programador bem-sucedido sempre vai trabalhar em equipe com outros profissionais em alguma parte ou na maioria da sua carreira.
E o seu trabalho será um pouco como numa linha de montagem, você faz uma parte e alguém irá fazer outra que se encaixa na sua e assim por diante.
Se não souber trabalhar em equipe poderá atrasar todo o processo porque os outros terão de se adaptar a si.

Simplificar as Coisas
Normalmente a melhor forma de fazer as coisas será sempre a mais simples.
Não há necessidade de reinventar a roda e tentar inventar uma solução muito complicada.
Tente pensar um pouco melhor e encontrar a solução que é mais simples e direta, poupando assim tempo a produzir a mesma e também facilitando a vida de quem tiver que ir olhar para o seu código ou desenvolver nele.

Respeitar Prazos
Vida de programador é viver em pressão constante e sempre com prazos, quando a isso pouco você poderá fazer, mesmo se for o seu próprio patrão.
As coisas são precisas ser feitas num espaço de tempo e quando trabalha em equipe, a outra pessoa poderá estar á espera que você termine para que ela comece e ao se atrasar vai fazer com que a outra pessoa fique “sem fazer nada” á sua espera, por exemplo.

Programar de forma limpa e organizada
Programe de forma correta, com o código limpo, bem comentado com explicações essenciais, bem formatado, etc…
Num trabalho de equipe muitas pessoas vão ter que olhar no seu código e se não conseguirem entender o que lá está ou tiverem que perder muito tempo para conseguir perceber, é tempo perdido que podia ser evitado.

Humilde e capacidade de reconhecer que não tem sempre razão
Você pode até ser mais experiente que a outra pessoa, ou pelo contrário, por ser mais novo pensa que sabe mais coisas atuais, mas nem sempre é assim.
Humildade é muito importante e capacidade para ouvir as ideias e sugestões dos outros também, aceitando as mesmas e refletindo se elas são melhores do que você tinha pensado.
Como já dissemos em cima, um programador deve sempre querer aprender mais e não é só apenas lendo, mas sim também ouvindo os outros.


Compartilhe